Trevas – Campanha Épica

Trevas foi lançado em formato revista ainda pela editora Trama (que depois viraria Talismã e atualmente é Melody) e desde então teve três edições: Segunda, terceira e a 3.5 foram publicadas pela Daemon Editora, que também viria a ser o nome do sistema. Desde então, foram publicados vários suplementos e temas tanto envolvendo o sistema como o cenário. Mas, recentemente a editora entrou em entressafra e o último título a sair foi esse, Trevas Campanha Épica, produzido independentemente.
Esse título foi primariamente publicado como netbook (já retirado do ar no site da Daemon) e praticamente todo o conteúdo dele está inserido nesse livro, mas reeditado. Primeiramente, esse livro (como o próprio nome diz) serve como um Livro dos Níveis Épicos tanto para o Mundo de Trevas quanto para o sistema Daemon e na introdução há a discussão sobre os jogadores de Trevas serem meio sobressalientes em relação à campanhas épicas, visto que o sistema é mais dedicado a aventuras realistas. O conto introdutório abrange uma série de mitologias dentro delas de forma enorme em um diálogo envolvendo um anjo (Uriel) e um Deus babilônico (Marduk), após isso aparece também o Pinhead entre outros. A Parte I “História da orbe de Satânia” que cobre milhões e milhões de anos de história focalizando, lógico, a dos seres épicos e continua na Parte II “Estopim: eventos que antecedem o armageddon”.
Finalmente chegamos à parte que ocupa a maior parte do livro: a criação de personagens funcionando a partir de escalas épicas (EE): um terrestre tem EE1 enquanto Grandes Controladores e Soalrianos têm EE5. E isso significa uma série de cálculos. Os Atributos Épicos lembram a escala do Supers RPG e o funcionamento das Perícias Épicas no qual 600% de Acrobacia faz com que seja possível se esquilibrar sobre a água. Os Aprimoramentos também são atualizações dos comuns, em escala crescente e alguns deles são extremamente caros: Existência Perpétua e Extemporâneo custam 30 pontos cada e são os mais caros, mas não os únicos com esse custo.
O livro dedica dois enorme setores aos Poderes avançados (que atualizam poderes de vários livros, como Vampiros Mitológicos, Spiritum, Abismo…) e níveis mais avançados de magias. Em relação aos poderes eles podem atingir até nível 50 e há também poderes novos, chamados de Sephiróticos que são recomendáveis somente de EE3 para cima e são divididos conforme o Spehiroth seguindo o padrão da cabala. (Kether, Binah, Hod…). As magias possuem sua tradicional divisão (Compreender, Entender, Controlar) e conforme o Elemento (Planta, Animal, etc.). E elas vão até o Foco (Focus) 30.
A parte IV dedica-se ao cenário focando-se nos cultos, todos com datas recentes e em um texto consegue citar várias das facções presentes em Arkanun/Trevas, o principal enfoque é no background e nas características do culto, os graus de iniciamento e as personalidades que fazem parte dele. São muitos cultos citados, cerca de 18. A seção As Terras do Mundo fala sobre os eentos apocalípticos dos países do mundo, as ordens místicas e as criaturas existentes. Finalizando o livro, a Parte V tem um Bestiário Épico tendo exemplos como Anjo Caído, Dríade, Ent, Gaki (vampiros nipônicos). Mas o mais importante é a presença de criaturas da Velha e Nova Arcádia que não chegaram a ter um módulo básico. Finalizando o livro, as considerações finais com dicas de camapanha dos autores e uma ficha de personagem própria.
O livro tem poucas ilustrações interessantes, mas muitas vezes é possível ficar páginas e páginas sem ilustrações. A diagramação é simples em duas colunas e em uma página háo Internet Explorer de fundo, tal qual o Guia de Armas. O livro tem muitas informações interessantes, o qual destaco mais a evolução de magias e poderes e por fim, o bestiário (já que o Bestiário de Arkanun nunca foi publicado). É um livro para quem usa o sistema Daemon não pode faltar, mesmo que já tenha o netbook. Compre Aqui